sábado, 27 de novembro de 2021, às 17:07:44 - Email: [email protected]




Polícia aponta parente de vítimas como construtor de prédio em Rio das Pedras


A Secretaria Estadual de Polícia Civil do Rio montou uma força-tarefa reunindo quatro delegacias (16ª DP, 32ª DP, Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais) para apurar as circunstâncias do desabamento do prédio
Polícia aponta parente de vítimas como construtor de prédio em Rio das Pedras
© Getty Images

Notícias ao Minuto Brasil

Ohomem apontado pela Polícia Civil como construtor do prédio de quatro andares que desabou na madrugada desta quinta-feira, 3, em Rio das Pedras (zona oeste do Rio de Janeiro), causando a morte de duas pessoas, é Genivan Gomes Macedo, pai de uma vítima e avô de outra.

Ele foi localizado pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco) e conduzido à 16ª DP (Barra da Tijuca), uma das delegacias envolvidas na investigação do caso, onde está prestando depoimento desde as 17h30. O imóvel era irregular perante a prefeitura.

Macedo é pai de Natan Gomes e avô de Maitê, as duas pessoas mortas no desabamento. Se confirmado que ele construiu o imóvel, será descartada a suposição de que o imóvel teria sido erguido por milicianos, como é comum na região de Rio das Pedras.

A Secretaria Estadual de Polícia Civil do Rio montou uma força-tarefa reunindo quatro delegacias (16ª DP, 32ª DP, Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais) para apurar as circunstâncias do desabamento do prédio e o possível envolvimento de milicianos em construções irregulares na região. Policiais civis foram ao local e conversaram com testemunhas e vítimas.

A perícia será realizada assim que os bombeiros terminarem o trabalho nos escombros. Segundo nota emitida na tarde desta quinta-feira pela Polícia Civil, diligências estão sendo realizadas para esclarecer as causas do desabamento e o possível envolvimento de milicianos em outros empreendimentos imobiliários da região.

Ultimas Notícias


Vaja mais notícias abaixo