OAB inaugura primeiro parlatório em unidade prisional de Cacoal

A construção do parlatório aconteceu através de parceria entre a subseção de Cacoal da OAB, que doou o material, e Sejus, com os apenados da casa de detenção que executaram a mão de obra. São três salas para atendimento de apenados pela advocacia

Com três salas para atendimento de apenados pela advocacia, o presidente da OAB Rondônia, Elton Assis e o presidente da Subseção de Cacoal, Diógenes Nunes, entregaram à unidade prisional do município seu primeiro parlatório. O espaço conta com ambiente preparado para a comunicação entre advogado e cliente, tendo segurança e climatização, além de uma dos espaços ser preparado com acessibilidade.

A construção do parlatório aconteceu através de parceria entre a subseção de Cacoal da OAB, que doou o material, e Sejus, com os apenados da casa de detenção que executaram a mão de obra.

“Esse parlatório é um ganho para toda a advocacia e garante a cidadania dos presos, que podem exercer plenamente seu direito de defesa”, disse Elton Assis no descerramento da obra.

Para Diógenes Nunes a ação foi ímpar para a história da subseção. “Agora temos um local adequado e propício, que permite o atendimento simultâneo de vários presos. Isso dignifica nossa profissão. Agradeço o apoio da Seccional, diretoria do presídio e minha diretoria”.

Leonardo Nascimento Delgado, gerente regional 3 da Sejus, também parabenizou pela entrega. “Precisamos sempre dessa união entre as instituições. Aqui, o policial ganha por ter mais segurança para trabalhar e o advogado ganha no conforto do atendimento a seus clientes”.

Também estavam na inauguração a vice-presidente da seccional e diretora-geral da ESARO, Solange Aparecida; o diretor tesoureiro, Fernando Maia; o conselheiro seccional João Francisco Pinheiro de Oliveira; da diretoria da subseção de Cacoal, a secretária-geral, Ana Paula de Lima Fank; o secretário-geral adjunto, Leonardo Fabris Souza; e a tesoureira, Jaquelize Aparecida Gonçalves Rodrigues; membros de comissões da subseção e advocacia, além do diretor da unidade, Gilberto Santos de Andrade e os apenados que auxiliaram na construção. (Ascom OAB/RO)