Polícia prende 25 pessoas em operação contra grupo que abastecia comércio de drogas em Cacoal, RO

Outros 23 mandados de busca e apreensão foram cumpridos na ‘Operação Turing’ nesta sexta-feira (18). Mais de 10 kg de cocaína avaliada em R$ 330 mil foram apreendidas durante as investigações.
Por G1 RO

Vinte e cinco pessoas foram presas nesta sexta-feira (18) durante uma operação da Polícia Civil contra uma organização criminosa que abastecia grande parte do comércio de drogas em Cacoal (RO), na Zona da Mata.

Outros 23 mandados de busca e apreensão foram cumpridos na Operação Turing. Durante as investigações, foram apreendidos mais de 10 kg de cocaína, avaliada em R$ 330 mil.

Os investigadores verificaram que a remessa da droga saía da capital Porto Velho com destino a Cacoal. Já na cidade, a cocaína era dividida e repassada aos traficantes, que faziam a venda dos entorpecentes. A droga era paga por meio de contas bancárias de terceiros.

A polícia, então, bloqueou as contas após ordem do poder jurídico. A apuração revelou ainda que o grupo era liderado por uma pessoa detida na penitenciária de Cacoal, mas que seguia dando ordens e mandava no tráfico com um celular. Fora da unidade prisional, a esposa do suspeito liderava o comércio por Porto Velho.

Os mandados de busca e apreensão e prisão foram cumpridos em Cacoal, Pimenta Bueno, Jí-Paraná, Guajará-Mirim e Porto Velho.

A operação contou com mais de 50 policiais nas ruas e foi coordenada pelo Núcleo Integrado de Inteligência de Cacoal (PC/PM) sob auxílio das unidades em Cacoal, Porto Velho e Guajará-Mirim.

Segundo a corporação, o nome “Turing” se refere ao matemático Alan Turing, que quebrou os códigos alemãs na II Guerra Mundial. Os suspeitos também faziam uso de códigos para atrapalhar as investigações.