Governo implanta melhorias em aeroportos estaduais para garantir voos regulares em Rondônia

O Governo de Rondônia, por intermédio do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER), vem trabalhando na melhoria da infraestrutura dos aeroportos estaduais, pois o órgão é responsável pela administração em sete municípios do Estado: Ariquemes, Rolim de Moura, Costa Marques, Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena. Nos últimos três meses, o DER intensificou os trabalhos de melhoria nos aeroportos de quatro destes municípios a fim de estarem aptos a receber empresas aéreas de grande porte com voos regulares e aviação em geral, dando maior segurança para os passageiros e aeronavegantes.

A maioria dos recursos utilizados pelo DER nestas melhorias, para modernização dos aeroportos, são do Ministério da Infraestrutura, por intermédio da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC). “Estamos trabalhando com recursos oriundos da SAC nesse ano, nos aeroportos de Vilhena, Ji-Paraná, Cacoal e Ariquemes. No próximo ano queremos dar execução nos projetos já elaborados para os aeroportos de Costa Marques, Rolim de Moura e Guajará-Mirim”, explica o coordenador de infraestrutura aeroportuária, coronel PM Eduardo Antônio Leal Fernandes.

Coronel Leal Fernandes conta que o Aeroporto de Vilhena irá receber uma cerca operacional, em um trabalho emergencial, evitando com isso, que animais adentrem ao sítio aeroportuário, trazendo segurança para as operações aéreas. “O diretor do DER, Elias Rezende, determinou também que fosse feito uma contratação emergencial para consertar a linha de balizamento noturno no aeroporto de Vilhena, para estar apto a receber voos noturnos. Trazendo com isso o aporte necessário aos voos de resgate aeromédico para aquele eixo do Estado. Salientamos que estas duas obras serão (executadas) com recursos do Estado. Também conseguimos um recurso extra junto à Secretaria Nacional de Aviação Civil que resolveu investir na instalação de farol rotativo, biruta, iluminação de pátio e dois “papi”, que indicam a rampa de aproximação para as aeronaves que estão vindo para o pouso no aeroporto. Desde de 2016, o Aeroporto Brigadeiro Camarão de Vilhena não recebia um investimento dessa magnitude.

CACOAL

O Aeroporto Capital do Café, em Cacoal, está com obra em andamento, para a ampliação do terminal de passageiros, com mobiliário novo. Esta obra está sendo realizada pelo Governo de Rondônia, com recursos da SAC no valor aproximado a R$ 5.600.000 (cinco milhões e seiscentos mil reais). “Estamos trabalhando para o aeroporto estar certificado em Operação IFR (por instrumentos) de não precisão, realizando todas as adequações necessárias, visando auxiliar os aeronavegantes da aviação geral e regular. O aeroporto sempre operou de forma visual para seus pousos e decolagens. Ele agora possui uma rádio e uma estação meteorológica, que facilita e muito a comunicação e trabalho dos pilotos. Queremos certificar este aeroporto para IFR, mas é um processo demorado e árduo, e demanda muito horas de trabalho para não errarmos e conseguirmos passar pelo crivo da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC)”, esclarece o coordenador de Infraestrutura Aeroportuária do DER.

Der trabalha na melhoria dos sete aeroportos estaduais onde é responsável pela administração

Aeroporto Ji Parana Arquivo Der 04 09 2020 1
Aeroporto Ji Parana

Já nas instalações do Aeroporto José Coleto, em Ji-Paraná, está em fase de conclusão a instalação da cerca operacional, a ampliação das faixas de segurança da pista, a instalação dos “papis” que auxiliam a navegação na hora dos pousos das aeronaves grande e pequenas. “O aeroporto de Ji-Paraná já está em processo de certificação para operação por instrumento IFR. Não obstante, estamos com o projetos em andamento junto com a SAC para construção de um terminal de passageiros, com estacionamento e vias de acesso”, relata o coronel Leal Fernandes.

A equipe da Coordenadoria de Infraestrutura Aeroportuária do DER, tem vários projetos para serem aprovados ainda em 2020, junto à SAC, garantindo mais benfeitorias em todo o Estado no ano de 2021.

Para finalizar, coronel Leal Fernandes conta que os trabalhos estão sendo acelerados e garantindo progresso com a máxima segurança. “Trazendo essas benfeitorias para os aeroportos, nós vamos ter ampla concorrência na aviação regular e incentivo à aviação geral, já temos uma empresa aérea operando no Estado e outras empresas já demonstram interesse. Com isso, a gente vai intensificar a ampla concorrência, gerando valores mais baixos das passagens aéreas para o nosso cidadão que mora no interior do Estado de Rondônia e principalmente, facilitar o seu deslocamento, não tendo a necessidade que estes se desloquem para Porto Velho, para poder pegar um avião para outros estados”.

Estudos ambientais foram solicitados pela equipe da Coordenadoria de Infraestrutura Aeroportuária do DER em todos os aeroportos, para minimizar os acidentes causados com os pássaros, principalmente nas principais horas de pouso e decolagem das aeronaves.

Fonte: Texto: Elaine Barbosa – Fotos: Arquivo DER – Secom – Governo de Rondônia