Início Destaques CACOAL: pré-candidato a prefeito, Vasques comenta declarações de “Fúria” e analisa ações...

CACOAL: pré-candidato a prefeito, Vasques comenta declarações de “Fúria” e analisa ações do Executivo: “gastou bastante em aluguéis”

Ele disse que a prefeita perdeu tempo privilegiando secretários indicados por políticos e continuou gastando bastante em aluguéis

Extra de Rondônia

No início da semana, o Extra de Rondônia publicou, com exclusividade, o lançamento da pré-candidatura a prefeito, em Cacoal, de Adailton Ferreira Antunes “Fúria”, que hoje é deputado estadual.

Na matéria, o parlamentar citou o nome do ex-candidato a prefeito, Marco Aurélio Vasques, peça-chave do DEM na corrida ao Executivo Municipal no pleito eleitoral de 15 de novembro.

Extra de Rondônia entrevistou Vasques nesta quarta-feira, 2, para saber o que pensa sua agremiação partidária, o DEM.

Na entrevista, ele foi enfático dizer que o “hoje o projeto prioritário do DEM é lançar Vasques candidato a prefeito” e analisou as ações do Legislativo, ao dizer que “a Câmara ficou devendo para a população”.

Por outro lado, avaliou o trabalho da atual gestão municipal e, entre as críticas, disse que a prefeita Glaucione Rodrigues perdeu muito tempo privilegiando secretários indicados por políticos e continuou gastando bastante em aluguéis.

>>> VEJA, ABAIXO, A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

EXTRA:  O deputado estadual “Fúria” lançou nesta terça-feira sua pré-candidatura à prefeitura de Cacoal. Ele disse que vai conversar com o DEM, do qual o senhor também é pré-candidato a prefeito. Há possibilidade de uma dobradinha nas eleições municipais deste ano entre PSD e DEM?

VASQUES: O DEM abriu diálogo com todos os partidos que lançaram pré candidatos a prefeito; houve um avanço nas conversas com o PODEMOS, mas não com os demais partidos. Dessa forma, fortalecemos nossa pré-candidatura, que conta hoje com apoio de 6 partidos e total integração com o presidente estadual senador Marcos Rogério. Especificamente sobre a pergunta, já fomos procurados tanto pelo deputado Fúria, como pela prefeita Glaucione; no entanto, não tratamos especificamente da possibilidade de dobradinha do meu nome. Hoje o projeto prioritário do DEM é lançar Vasques prefeito com o vice de um dos partidos que nos apoiam, mas as conversas continuam com o advogado Tony Pablo, do PODEMOS, e tranquilamente receberemos todos os que queiram continuar conversando conosco.

Senador Marcos Rogério, Marco Vasques e Deputado Laerte Gomes / Foto: Divulgação

EXTRA: O DEM tem nominata completa ao Legislativo?

VASQUES: Sim. Temos hoje 21 pré-candidatos a vereador, para as 18 vagas disponíveis, inclusive para a cota de mulheres exigida pela legislação.

EXTRA: Como o senhor vê a atual gestão municipal no aspecto administrativo, principalmente nos investimentos em saúde pública? O que falta para melhorar?

VASQUES: Vejo que houve um descompasso nos últimos anos em Cacoal na saúde pública; a gestão não conseguiu avançar em temas prioritários na minha opinião, por exemplo: não implantou nenhum programa de residência multiprofissional para áreas profissionais da saúde, temos o menor número de agentes comunitários de saúde em 14 anos, não implantou novas equipes de saúde da família, foram inauguradas 6 novas unidades básicas de saúde, porém não houve aumento de recursos humanos. No aspecto geral não investiu em reforma de prédios próprios e continuou gastando bastante em aluguéis e as obras de infra-estrutura, que foram prioridade, demoraram muito a sair do papel.

EXTRA: Que nota (de 0 a 10) o senhor daria para a administração da prefeita Glaucione Rodrigues?

VASQUES:  0 (zero) para os 2 primeiros anos, 8 para os últimos 1 ano e meio, na média daria entre 4 e 5, administração deve ser pelos 4 anos de mandato, manter ritmo e pulso firme durante todo o período. Creio que a atual prefeita perdeu muito tempo privilegiando secretários indicados por políticos no início do mandato, e nas conversas que tivemos inclusive expus isso à ela.

EXTRA – Qual é sua avaliação das ações desenvolvidas pelos atuais Vereadores de Cacoal?

VASQUES: Temos bons e maus vereadores, alguns que realmente fiscalizam o executivo e cumprem seu papel, outros que deixaram muito a desejar. No conjunto, a atual Câmara ficou devendo para a população.

EXTRA: Qual é sua mensagem à população de Cacoal que quer diariamente melhorias em todos os setores públicos?

VASQUES: A mensagem deve ser que o dinheiro tem fim e não é possível fazer tudo, mas com enxugamento de despesas, corte de privilégios dos políticos, boa gestão, é possível fazer mais por Cacoal. A prioridade deve ser sempre atender da melhor forma às pessoas, seja na saúde, educação, obras, enfim em todas as áreas

%d blogueiros gostam disto: