Bolsonaro diz que não entrará na campanha para eleições municipais no 1º turno

O presidente afirmou que ainda não desistiu completamente de viabilizar a legenda Aliança pelo Brasil, mas que busca outras siglas como alternativa para o caso de que isso não se concretize a tempo

Agência Estado

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, pelo Twitter, que não vai se envolver nas eleições municipais deste ano, pelo menos no primeiro turno, sob a justificativa de que irá focar no trabalho de governo durante a pandemia do novo coronavírus e na retomada econômica. Bolsonaro admitiu que tem dialogado com partidos políticos para uma possível filiação, mas que a decisão só deve ocorrer em 2021. Esta semana, o presidente se reuniu com integrantes do PSL para tratar do assunto.
“Decidi não participar, no 1º turno, nas eleições para prefeitos em todo o Brasil. Tenho muito trabalho na Presidência e, tal atividade, tomaria todo meu tempo num momento de pandemia e retomada da nossa economia”, disse Bolsonaro na rede social.
O presidente afirmou que ainda não desistiu completamente de viabilizar a legenda Aliança pelo Brasil, mas que busca outras siglas como alternativa para o caso de que isso não se concretize a tempo. “Continuamos a viabilizar a criação do Aliança. Em comum acordo tenho conversado com 3 outros partidos para o caso de não se concretizar a tempo o Aliança”, disse. “Nessa segunda hipótese, de ambos os lados, se impõem condições para essa filiação. Isso também decidi que somente poderia acontecer em 2021.”
Por fim, Bolsonaro desejou “boa sorte a todos os candidatos e, principalmente, aos eleitores nessas escolhas” no pleito, previsto para outubro.