SINGEPERON se manifesta sobre o assassinato de policial penal e revela que suspeito foi identificado

(Foto: Reprodução/Redes Sociais)

O Sindicato dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores de Rondônia (SINGEPERON) se pronunciou nesta quarta-feira (12 de agosto) a respeito do assassinato de André Borges Mendes (36 anos). O homicídio aconteceu no último dia 10 de agosto, no pátio de uma conveniência em Vilhena, onde ele foi morto com três tiros.

André era servidor público, trabalhando como policial penal na Segurança Pública de Vilhena. Segundo a Presidente do SINGEPERON, Daihane Gomes, o sindicato vem acompanhando todas as etapas da investigação desde que o crime foi praticado, por meio do Vice-Presidente Claudinei de Farias.

“Entramos em contato com o Delegado responsável pelo caso, na cidade de Vilhena, que prontamente nos informou o andamento da investigação. Há indícios sólidos do autor da execução, que inclusive já foi identificado”, afirmou Daihane Gomes em um vídeo gravado oficialmente.

A Presidente do SINGEPERON informou ainda que o sindicato continuará acompanhando todo o desenrolar do caso, até que os responsáveis pelo assassinato de André Borges sejam presos e respondam judicialmente pelos atos cometidos.

Video: Rota Policial TV Web