Deputado Adelino defende reconhecimento da função de motorista de ambulâncias

O deputado Adelino Follador (DEM) informou, durante pronunciamento na sessão desta terça-feira (11), que ingressou com projeto na Assembleia Legislativa para reconhecer a importância do motorista de ambulância, no trabalho para enfrentar a pandemia de coronavírus.

“Recebi a informação de que seis motoristas, somente na capital, que foram acometidos com a covid-19, por seu trabalho no transporte de pacientes. Por isso, apresentei o projeto para que os motoristas recebam a insalubridade, de até 40%, por estarem expostos ao coronavírus e a outras doenças”, destacou.

Adelino cobrou ainda que o Detran respeite a lei 4.789/20, que surgiu a partir do projeto de lei de sua autoria, que dispõe sobre a autodeclaração do proprietário de veículos automotores de conformidade quanto à segurança veicular e ambiental.

“Solicito ao Detran que a autodeclaração possa ser respeitada. O motorista que cometeu uma infração, podendo ser substituído por um habilitado, mas segue respondendo pelo delito, mas o veículo fica liberado. Acabar com a diária que é cobrada e esquemas de guinchos. O Detran não tem espaço adequado para guardar os veículos. O motorista infrator terá sete dias para fazer isso, regularizar a situação”, anunciou.

Pontes

Adelino Follador cobrou do Departamento de Estradas de Rodagens (DER), que realize as obras de aterro nas cabeceiras da ponte sobre o rio Jamari, na BR-421. “Foi um compromisso do diretor geral do DER, Elias Rezende, e estamos na expectativa de que a obra seja executada”.

Ele solicitou ainda que a ponte sobre o rio Jamari, na RO-459, para Alto Paraíso, que ainda está em processo licitatório, possa receber a devida atenção e ter celeridade em seu andamento.

“Por outro lado, há a necessidade de recuperação do Travessão B-20, como um novo acesso, reduzindo o tráfego de veículos no B-40, enquanto a ponte sobre a RO-459 não é construída”, finalizou.

 

 

 

Texto: Eranildo Costa Luna-ALE/RO

Foto: Marcos Figueira-ALE/RO