PAULINHO DO CINEMA QUESTIONA AÇÃO DO GOVERNO DE COMBATE A COVID-19

O vereador de Cacoal, Paulinho do Cinema questionou as atividades voltadas para testes rápidos realizados pela Campanha “Mapeia Rondônia” realizado pela Secretaria Estadual de Saúde onde cerca de 600 testes foram feitos no Espaço Beira Rio. Muitas pessoas que sentiam sintomas similares aos de gripe foram convidadas a realizarem os testes no local. De acordo com o Vereador esta campanha poderia ter sido melhor realizada para dar mais segurança aos munícipes e também aos que estavam trabalhando na ação.

“Vejo que a ação se mostrou um pouco perdida e que não conhecem Cacoal. Seria melhor que fosse realizada em vários pontos de Cacoal e assim mostrar uma estratégia que provoque um efeito mais satisfatório. Colocar tudo no mesmo ponto, distante dos bairros é que vemos que tem mais dificuldade de chegar a uma campanha desta é ter de dar razão a outras falas que ouvimos que não se tem uma estratégia válida para de fato se fazer um trabalho a altura,que a população de Cacoal merece” disse o vereador.

De acordo com o vereador Paulinho do Cinema, a população que mais precisava participar desta campanha teve dificuldades para chegar até o ponto escolhido para fazer a “Mapeia Rondônia”. “Mais uma vez a população que precisava ser atendida não foi atendida, e pelo visto não será atendida também. Estamos falando dos bairros mais carentes e que terão mais dificuldade em procurar um atendimento como este. Eu fico impressionado quando vejo este tipo de atendimento a população. Não existe um planejamento por parte do estado de Rondônia. Não existe uma luta verdadeira contra a Covid-19 para que ela seja de fato combatida. Quero ver quando é que o Governo Estadual vai ajudar o município de Cacoal. Por que Cacoal já está cansada de ajudar o estado. Se não tem condições de trazer dez UTI’s pra cá, que alugue da rede privada. Se somos referência na saúde dentro do Estado quando é que o Estado irá nos tratar como referência e nos ajudar de fato?”, questionou o vereador Paulinho do Cinema.