CORONAVÍRUS: Secretário informa como será a testagem em massa no Estado

O pequeno município rondoniense que já conta com mais de 100 registros de pessoas infectadas é o mais novo ponto de ação do Governo do Estado

Rondoniaovivo – João Paulo Prudêncio

 

O secretário estadual de Saúde, Fernando Máximo, concedeu entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (1) para falar sobre a testagem em massa que será realizada em todo o Estado para detectar as pessoas infectadas pelo COVID-19.

Ao total são cem mil testes rápidos que já estão sendo entregues à todos os municípios rondonienses, na capital, onde está o foco da contaminação com mais de três mil pessoas infectadas, ficaram oito mil testes.

“Esses testes já estão na maioria dos municípios rondonienses, até o momento nosso Estado é um dos que mais realizou testes para COVID-19 em todo o país, isso levando em consideração a proporção por habitantes”, afirmou Fernando Máximo.

Também estava presente na coletiva a secretária de Saúde de Porto Velho, Eliana Pasini, que falou sobre os procedimentos que serão tomados para a realização dos testes na cidade. De acordo com Pasini, quem estiver com quadro gripal, por mais de sete dias, deve realizar o exame.

“O nosso telefone de atendimento está preparado para realizar a triagem de quem precisa fazer esse exame. O exame não será feito sob demanda espontânea nas UPAS, mas sim, apenas nos pacientes já internados nas unidades. Esses oito mil testes serão iniciais e certamente mais testes acontecerão”, afirmou Eliana Pasini.

São Miguel do Guaporé

O pequeno município rondoniense que já conta com mais de 100 registros de pessoas infectadas é o mais novo ponto de ação do Governo do Estado. No final da manhã desta segunda, o secretário seguiu para a cidade onde dará as coordenadas do trabalho de emergência que já está sendo realizado no local.

“A questão de São Miguel do Guaporé é preocupante, já tem uma força tarefa atuando lá e estou indo nesse momento para a cidade, onde mais uma equipe me acompanhará”, falou Máximo.

O telefone para quem estiver sentindo possíveis sintomas de COVID-19, como febre, gripe e dor no corpo é o 0800-647-5225.